Portagens nas antigas SCUT agravaram a sinistralidade rodoviária

Considerando que as receitas das portagens nas ex-SCUTs cobrem apenas 30% dos seus compromissos públicos brutos, considerando que a nova conjuntura orçamental permitiria a sua reversão a SCUTs, e considerando que uma redução das portagens não só preencheria as vias rápidas como ainda reduziria o número de vítimas por ferimentos ligeiros, é caso para dizer: “Do que está o Governo à espera?”.

26 de junho de 2017

Colabore Connosco e receba a nossa newsletter

Fique a par das últimas novidades e eventos da Cidadania Social e receba os nossos artigos de opinião.